segunda-feira, 3 de novembro de 2008

YES WE CAN

Barack Obama dizem, está a frente nas sondagens ( com uma grande vantagem) sobre McCainn. A grande dúvida que paira é se as sondagens que estão a ser divulgadas serão de acordo com as intenções reais de voto.

Tudo tem a ver com o tipo de sondagens que são feitas. Se as sondagens são cara a cara… e perguntam directamente à pessoa quem vai votar é provável que haja alguns mentirosos pelo meio.. que dizem votar Obama quando na realidade não o farão
( jamais). Se for um tipo de sondagem em que se simula uma eleição e se coloca o voto numa urna então o resultado será certamente mais fidedigno.

Quando é cara a cara não há tanta honestidade, há uma questão do dever ser e do ser… os mais velhos principalmente, estranham o facto de ser um tipo novo a concorrer ainda por cima ser preto…. há uma certa resistência à mudança e o que é diferente que faz com que o medo se apodere.

Contudo as sondagem nunca são 100% infalíveis e neste caso há um factor racial a ter em conta e que pode atrapalhar o resultado final.

E se realmente forem verdade que efeito terá isso nos eleitores? Quando se dá uma eleição por favas contadas, isso faz com os eleitores desmotivem e fiquem em casa ao invés de irem votar.

O americano é por norma sonso... e tem um quê de burrice atroz…
Agora vejamos… a campanha anda a descambar porque acusam Obama de socialista
e Obama defende-se a dizer que o andam a “ insultar”.
Num país com os EUA, ser socialista ou comunista é gravíssimo! É uma espécie de bicho papão que atormenta a América e que parece por em causa a Democracia…
Ser socialista é para os americanos como ser um vampiro… e cá eles não gostam dessas coisas! A frase que Obama disse ao canalizador “ vamos espalhar a riqueza” foi o motivo do “ insulto”.

Claro… eles não sabem o que é Comunismo ou Socialismo… mas para ficarem descansados, era só apresentar o Jerónimo de Sousa ou o Sócrates que percebiam logo… que é muita uva, mas pouca parra.

O outro argumento é que Obama teve ligações com pessoas influentes em células terroristas… logo azar, o nome do homem não ajuda… e há coisas do destino de ter logo um nome que provoca estranhesa…Os americanos têm uma lógica de waffle, vira e torra.
Ouvi um senhor velhote na televisão a dizer que com aquele nome, que Obama poderia perfeitamente meter bombas em todo o lado…Ok… tenho um amigo que se chama Hélio… e quer dizer, não vende balões! Estamos entendidos?

O maior problema dos Republicanos é Sarah Pallin… ela tinha tudo aparentemente para ser um trunfo na campanha, mas aos poucos foi-se revelando um peso no partido.

Aliás MacCain está completamente a ser ofuscado por ela… mas claro pelos piores motivos….

Ela foi ex- Miss do Alasca, é mãe de família… tem uma filha adolescente que está grávida, é beata…ainda exibe uma filha deficiente.
A imagem que passa de mãezinha de família, de mulher coragem que subiu a pulso tendo uma família ( coisa que o americano adora!). Tudo isto seria perfeito se mantivesse a pose de MacCainette e não abrisse a boca, o que não foi o caso!

O que é certo é que a figura de mãezinha é logo arrumada para o lado porque nenhuma mãezinha de família gasta milhares de euros no Sacks ou tem contas exorbitantes de cabeleireiro… nenhuma mãezinha de família expõe abusivamente a família para sacar votos aos mais conservadores. O ar de bibliotecária fica-lhe a matar, dá-lhe um arzinho de inteligente … agora quando abre a boca e diz que vê a Rússia da janela do quarto… fico preocupada.

Sarah Pallins é sonsa… e o discurso beato em que fala de missões divinas… fala parecer uma versão da Alexandra Solnado mais sofisticada. Se a Sra. Pallin, se falou com Deus para ter tantas certezas, peço-lhe que me arranje o e-mail Dele para alguma eventualidade.

Obama é claramente o melhor candidado e com mais programa de governo… mas nem sempre o melhor ganha.

Nestas eleições, acima de tudo perceberemos que nível de sonsice paira na sociedade americana. Quem ganhará?

2 comentários:

Miss Kitty disse...

Apesar dos pesares e de no fundo serem todos iguais, ainda assim, sou mais Obama..

BJS*

Clementine Tangerina disse...

Não podias ter descrito melhor Sarah Pallin...concordo plenamente!

Viva o Obama!