quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Living in Portugal

Inglaterra é, por definição, um país onde são poucas as pessoas que se aventuram a emigrar. Porém, há excepções no que diz respeito à Austrália e aos Estados Unidos, principalmente para a Flórida. A Austrália é extremamente aliciante e pisca o olho, especialmente a casais novos Ingleses, que ambicionam bons empregos e um estilo de vida mais livre e com bom tempo garantido. Depois, noutra faixa etária bastante diferente, há uma espécie de movimento migratório, que mais não é, um movimento massivo de reformados ingleses com algumas massas para outros países solarengos, numa espécie de férias prolongadas. Estes ambicionam, finalmente, passar os anos que lhes restam num país com sol e onde possam andar de chinelos, roupas leves e com motivos florais o ano inteiro.


A Flórida é um destino muito atractivo por causa da língua que os une e os preços baixos das casas ( nem que seja a 300Km de Miami ou de Ft Lauderdale), e depois, bem mais perto, também o sul de Espanha ou as ilhas canárias e baleares. Aí, podem encontrar um clima ameno e que com a valorização da libra face ao Euro, tudo é extremamente barato, para os padrões ingleses. Portugal, finalmente, entrou na corrida para este tipo de " turismo" alargado, para quebrar a sazonalidade do Algarve e conseguir escoar as 10 mil casas de luxo que estão sem compradores. Em troca, prometem a facilidade na atribuição de vistos ( aos países fora da UE), além de vantagens fiscais para os estrangeiros que optem por receber as suas pensões em Portugal.

Contudo, quando é para vender alguma coisa, há que falar com o coração e puxar ao sentimento dos possíveis compradores e, neste caso, os ingleses. Eu acho lindamente elogiarem o tempo, a comidinha, o golf, o turismo religioso que Portugal tem para oferecer, bem como acenar com as mil e uma vantagens financeiras que terão se forem morar para Portugal. Contudo, se querem mesmo mexer com o coração dos ingleses, há que tocar num ponto que lhes vai ser sensível e que lhes vai despoletar aquele clique que é dizerem "pub within walking distance" na promoção das casas. Ter um bar à porta de casa é uma dos
 " atractivos" que há quando se compra uma casa, a par de comércio, parque e outros atributos. Por isso, se lhes querem vender a ideia de um Portugal de sonho, associem o sol à cerveja e vinho baratos e temos sucesso garantido.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Pimba ... 3º lugar!

E depois de semanas de competição, de pedinchice cerrada aos meus leitores, família e amigos, conseguimos o 3º lugar com 166 votos! Foi muito bom, o concurso trouxe muito mais visitas ao blogue, mais seguidores e comentários. Também permitiu que conhecesse novos e bons  blogues, que jamais descobriria se não estivessem a concurso.
Para quem não sabe, e parou aqui de paraquedas no blogue passo a explicar, este blogue e esta pessoa que o escreve não se leva a sério,  ri-se imenso dela própria, escreve o blogue porque gosta de escrever, não é politicamente correcta, é extremamente tendenciosa, acha 90% dos blogues de moda portuguesa uma palhaçada, e por isso, este blogue não deve ser lido nem por pseudo-intelectuais enfadonhos nem  por fashionistas!
Quanto ao resto, tenho que dar os parabéns aos blogues que ficaram à frente do meu, ao Aventar que organizou o concurso e, desde já, aos meus votantes queridos, dizer-lhes que me podem cravar participações em tudo e mais alguma coisa, porque eu devo-vos esta! A sério, muito obrigada!

sábado, 26 de janeiro de 2013

Estava a ficar preocupada

Estava a ficar preocupada. Depois de semanas a ver bloguers a estarem a malhar na Pepa e agora na  menina que tem um blogue do batom, pensei que um raio cor-de-rosa e de peace and love tinha atingido os bloggers portugueses.Ou então, andava tudo esquizofrénico a falar do amor e de beijos e tal.
Pois bem, não é o é o amor que anda no ar na blogosfera portuguesa... é só publicidade ao Magnum! Ah, pronto, estou mais descansadinha!





última chance de votar, aqui:
http://goo.gl/uOg8J
ou
http://aventar.eu/blogs-do-ano-2012/blogs-do-ano-2012-votacoes-2a-fase/#pd_a_6842951

Sprint final!


Faltam menos de 24 horas para terminar o concurso Aventar e estamos em sprint final! Venham daí estes votos ( blogue estrangeiro de língua portuguesa)
 Obrigada!!!!!!!!

http://aventar.eu/blogs-do-ano-2012/blogs-do-ano-2012-votacoes-2a-fase/#pd_a_6842951

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Inglesices #2: as lojas

Neste país, onde o tempo não é certamente um dos maiores atributos, seria expectável que o comércio de rua fosse fraco e que os shoppings imperassem. À partida, o tempo de chuva e de frio, não é à primeira vista, convidativo a grandes passeios na rua. A verdade, é que não podia estar mais enganada.
Em Inglaterra, as ruas de comércio de qualquer cidade e a qualquer hora do dia, têm movimento. As pessoas por aqui, passeiam alegremente nas ruas, como se tivessem sempre uns agradáveis 20 graus. As lojas repetem-se e nas high street de qualquer cidade são sempre as mesmas, o Marks and Spencer, River Island, WHS, boots, Robert Dias,H&M, New look, HMV, Debenhams, Jonh Lewis e não há mês que não haja promoções numa destas lojas. Ao fim-de-semana, então, qualquer que seja a cidade, tem mais pessoas na rua principal, num sábado ou num Domingo de manhã, do que qualquer rua da baixa de Lisboa em vésperas de Natal.

A cultura é assim, nasceram sempre com este tempo e, por isso, aceitam-no da melhor maneira e vivem felizes com isso. Ao longo destes anos, tenho-me vindo a habituar, e dou por mim a achar que, um dia com 5 graus, até está bom. O frio foi-se tornando tolerável e o “ calor” e temperaturas de 20 graus em Portugal em pleno Inverno, fazem-me ter a sensação que cheguei a um qualquer país tropical.

Portugal, com um clima temperado o ano inteiro e com temperaturas simpáticas, tem shoppings a cada esquina. Há cada vez mais pessoas, a fugir das lojas de rua, seja pela conveniência, seja pelo tempo, pela dificuldade em estacionar, seja pela posição estratégica que os shopping têm. A verdade é que não deixa de ser um contra senso.

 No entanto, as lojas de rua em Inglaterra enfrentam agora algo, que os shoppings não conseguiram até então, que foi abalar o comércio de rua . Esta ameaça, são as lojas online, que fazem frente ao comércio de rua, por conseguirem melhores preços e pela sua conveniência. As lojas de livros e de material informático estão a sofrer mais com este aumento da procura. Uma vez que , as lojas, enchem-se de curiosos, que experimentam, perguntam e passam horas nestas lojas para, no fim, comparem online.

Tirando Londres, o comércio em Inglaterra fecha ás 6 e no Domingo às 4 da tarde. Nos Shoppings até podem estender um pouco mais (8 da noite) mas a verdade é que, dificilmente, um Inglês vai para o Shopping à hora de jantar ( leia-se 6/7 da noite).

Como será o futuro a partir de agora? Terão as lojas locais que estender as horas de fecho? Serão ainda mais competitivas no preço? Conseguirão aguentar esta concorrência?  É notável os esforços que as lojas tradicionalmente de rua estão a fazer, para acompanhar esta tendência online e aliciando os consumidores. Quem vai sempre ganhando com esta guerra de preços, somos nós. E a malta agradece.





Para votar é aqui ( blogue estrangeiro de língua portuguesa):
http://aventar.eu/blogs-do-ano-2012/blogs-do-ano-2012-votacoes-2a-fase/ 
obrigada

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Coisas de mãe #4

Sabemos que o nosso filho está a ficar um típico gajo homenzinho, quando entramos numa loja com ele e começa imediatamente a berrar. Vamos ter que tratar disto o quanto antes. Um dia, a mulher dele vai-me agradecer, eu sei!

Já falta pouco!

Os meus leitores são mesmo os melhores os mundo! Este blogue, ficou em segundo lugar na primeira parte das votações para o concurso de blogues Aventar! Por isso,  falta pouco para o concurso terminar e para acabar de vez com a pedinchice! Mas claro, não vamos morrer na praia pois não? Pois claro que não! Agora que estamos mais perto de ficar nos primeiros lugares,  vamos juntar forças para manter o segundo lugar nas votações. Pode ser?
O prémio para este concurso não é monetário, mas é bastante interessante! Os primeiros classificados em cada categoria terão direito a participar na edição de um livro que se pretende representativo da diversidade dos blogs portugueses. Conto com os vossos votos e que estes se multipliquem muitas vezes!

http://aventar.eu/blogs-do-ano-2012/blogs-do-ano-2012-votacoes-2a-fase/


sábado, 19 de janeiro de 2013

Os meus leitores são melhores do que os teus!

Faltam poucas horas para terminar a primeira parte da votação do concurso Aventar, por isso, vamos lá votar! Quem não votou, ainda vai a tempo, quem já votou, pode votar outra vez! Todos os votos contam, vamos lá participar sim?

Beijinho bom!

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Let it snow! Let it snow! Let it snow!

O país parou como sempre que neva! Estão auto-estradas fechadas, lojas fechadas, mas nós resistimos. 






( a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa está mais ou menos a meio. Podem colocar Ctrl F mariarabodesaia para localizar o blogue facilmente)

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

A fama como um sopro

O que as pessoas estão dispostas a fazer pela fama é algo que me assusta, principalmente,  porque parece que não há limite possível. Ontem, o suposto “estripador” de Lisboa foi absolvido. Os crimes  mais antigos já tinham prescrito e já não havia nada a fazer e o outro que foi acusado, do assassinato da prostituta, acabou por não haver provas sobre ele. Aparentemente, o filho disse que o pai tinha o sido estripador de Lisboa para entrar na Casa dos Segredos . Por sua vez, o “ estripador” deu a entrevista a Felicía Cabrita, em que confessou ter assassinado as prostitutas, só porque sim, para ter uns minutos de atenção e de “fama”.

Isto levanta-me várias questões. Não sei se o senhor realmente os cometeu ou não, mas se realmente os cometeu e se o filho sabia a verdade e decidiu entregar o pai para entrar num reality show é insólito. Quer-me parecer que batemos no fundo e que o sistema português tem uma falha grande no sistema, que deixa loucos como estes, passarem impunes, mesmo que os crimes prescrevam. Por outro lado, se o homem inventou toda esta história, fez a descrição detalhada do crime à Felícia Cabrita como tendo sido ele próprio a cometê-lo, este homem pode ter sido absolvido, mas tem graves problemas. Para “ inventar” uma história destas, não basta ser criativo.

Há pessoas que são conhecidas pelo seu trabalho, pelo que que fazem e isso é a causa do reconhecimento. Há outras, que na falta de melhor, precisam de esquemas e de histórias para serem conhecidas, como se isso, fosse o mais importante da suas vidas. Procuram, principalmente, a fama por dois motivos: a futilidade de serem conhecidos e pelos proveitos financeiros que acham que vão ter. Não importa serem conhecidos por serem broncos, ignorantes, ou mesmo assassinos, desde que, sejam conhecidos de alguma maneira e isso sirva de passaporte para presenças pagas e assíduas nas discotecas pelo país ou de alguns trocos ganhos através de entrevistas dadas a jornais ou revistas. As revistas não perdoam e as pessoas que as compram até gramam um desgraçado, mas não suportam personagens cheias delas mesmo, que se acham espertinhos e perdem totalmente a humildade quando estão no topo.

Aqui, em Inglaterra é precisamente a mesma coisa. Abre-se as revistas cor de rosa e de escândalos e estão cheias de personagens que são conhecidas por terem casos escaldantes com pessoas relacionadas com o mundo do espectáculo ou do big brother. As revistas metem-nos no topo, elogiam-nos, deitam-nos abaixo, os fans criam páginas e enchem-se os egos como souflés. Depois um dia, tudo acaba, à primeira escorregadela as revistas que os levantaram, estão também lá para os achincalhar publicamente e esmiuçar todos os podres. E nesse dia, vendem ainda mais.

A natureza parece que vai equilibrando estes casos. Os bons, realmente os que controem o sucesso com alicerces firmes, com humildade e com trabalho árduo, mantém-se à margem das revistas  cor-de-rosa e não precisam de se expor para vingar na vida. Os outros, os que têm a fama é instantânea, que o pseudo-sucesso lhes subiu à cabeça, passaram a ser parvos e a dizerem o que querem, têm os dias contados. Os que perderam a humildade, um dia podem precisar de quem lhes recusaram a mão por simples vaidade. O karma é isso mesmo e o que se faz, há-de ter ricochete.  A esses, um dia tudo se desmorona como um baralho de cartas, com um simples sopro.






( a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa está mais ou menos a meio. Podem colocar Ctrl F mariarabodesaia para localizar o blogue facilmente)

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Você joga playstation?

Por princípio, não gosto de publicar vídeos no blogue, porque parece que é só palha ou para picar o ponto. Mas neste caso é diferente. Uma amiga muito querida, lindíssima e super talentosa (Jaqueline Macóeh) é a protagonista desta curta metragem e tinha mesmo que partilhar com vocês, porque tem imensa graça e merece mesmo ser visto.

" Você joga playstation" é uma sátira sobre os relacionamentos e uma reflexão humorística sobre a psicologia feminina e masculina. O que é que afinal os homens querem? E como é que as mulheres querem que os homens sejam? Parte destas respostas estão aqui! Imperdível!





E já votaram hoje?
Para votar é aqui, obrigadinha:


( a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa está mais ou menos a meio. Podem colocar Ctrl F mariarabodesaia para localizar o blogue facilmente)

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Inglesices #1


Uma das coisas mais estranhas em Inglaterra são os hábitos alimentares. Se os hábitos dos adultos são algo que se foi entranhando e já se tornou normal, mais estranho, é agora deparar que estes hábitos ingleses, aqui começam desde pequeninos e refiro-me mesmo a bebés.

Tenho que começar a explicar que aqui não há há pediatras. Aliás há, mas não no sentido que há em Portugal. Em Portugal, todas crianças vão ao pediatra com regularidade. As mães saem do  consultório médico com uma lista de alimentos que os bebés podem ou não comer e com diversas orientações e dicas. Em Inglaterra, as crianças podem ir semanalmente ás “ drop clinics” para qualquer dúvida que os pais tenham, ou então , claro, se for mais urgente, há sempre o hospital ou os centros de saúde.
 Os pediatras são reservados para problemas bastantes maiores . Dizer em Inglaterra que em Portugal, todas as crianças vão ao pediatra, causa estranheza . Mas vão fazer  o quê, exactamente? Perguntam as mães inglesas. Pesar? Medir? Saber o que deve comer? Fazer avaliação médica? Quando está doente? Aqui, parte-se do princípio que um bebé está sempre bem,  até prova em contrário. Os ingleses nunca teriam a frontalidade para o dizer, mas suspeito que devem achar que este é mais um dos costumes burgueses de Portugal e que pediatras para todas as crianças roça a insanidade. Por esse motivo, não há cá listas de alimentos para as mães e a reeducação alimentar começa desta forma livre: Ai o bebé quer tomate? Dá-se! Ai o bebé quer pepino? Dá-se!E caril?!!!  (a sério!) Dá-se! O bebé quer framboesas e morangos? Então, dá-se também! As regras, por aqui, não são tão rígidas em relação à comida... ou, não há mesmo regras.

 Qual não foi o meu choque ao ver, num almoço com amigas inglesas, que têm bebés da idade do meu filho, em que todos os bebés estavam a comer.... sandes ao almoço! Com as suas mão desajeitadas, lá iam eles abocanhando o pão de forma inteiro, branquinho, barrados com humus (uma espécie de puré de grão) ou recheados com vegetais frescos, como sandes de pepino. A primeira vez que aconteceu esta situação, foi já há uns bons meses atrás, quando os bebés, nem dois dentes tinham na boca . Um pedaço de pão, antes de ser engolido, andava alegremente a  passear na boca dos bebés, depois o tomate colava-se à cara, ao tecto ou ao chão e o almoço, e a refeição em si, parecia um autêntico Carnaval.  Esta “técnica” é muito comum por cá e é o chamado Led Weaning em que o bebé come, basicamente, o que quer ou que demonstrar vontade. 

Se o meu filho escolhesse, empaturrava-se de Cerelac ou de bolachas Maria até rebolar. Eu sou uma espécie de extraterrestre por estas bandas que continuo a dar purés, sopa e fruta ao meu filho. Mas por cá, de pequenino come-se sandes de pepino!




Para votar é aqui, obrigadinha:


( a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa está mais ou menos a meio. Podem colocar Ctrl F mariarabodesaia para localizar o blogue facilmente)

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

E a competição recomeça! Vamos lá ganhar isto?


A competição recomeçou hoje e está renhida. Todos os votos contabilizados até aqui ( 117), serão contabilidos no final, por isso toca a votar sim? Pode-se votar uma vez por IP no espaço de 24 horas.Vamos ajudar?
Para votar, ir aqui:
http://aventar.eu/blogs-do-ano-2012/blogs-do-ano-2012-votacoes-1a-fase-14/

E escolher na categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa Mariarabodesaia
Para qualquer dúvida, podem escrever-me para o email do mariarabodesaia.

Obrigada a todos os que votaram até agora em mim e todos os que vêm só cuscar que raio de blogue é este. Vamos lá ganhar isto?


sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Ainda sobre a Pepa



Não quero saber se a Pepa quer uma Chanel preta, uma carteira Prada ou Louis Vuitton. Nem é isso que me irrita no vídeo dela. Se ela acha que comprar uma mala é uma “ conquista” é um problema dela e com as prioridades que tem na vida. Para ouvir alguém a dizer que,como desejos para 2013, quer paz no mundo, que não haja fome, vejo as Misses Universo e tenho o assunto resolvido. Não me choca que haja desejos consumistas. Todos queremos sempre alguma coisa e não são esses desejos que tornam de nós más pessoas, ou fúteis. Há quem queira uma Bimby, uma Ipad ou um iphone e isso pode ser apenas um desejo, não vem mal ao mundo de uma pessoa sonhar. Hoje em dia, parece que alguém vir dizer que quer uma coisa superior a 10 euros, deveria era ser mandado para a forca e devia ter vergonha na cara de ter tais pensamentos. Isso é pura hipocrisia e inveja no seu melhor. Estive em Portugal no Natal e devo dizer que os shoppings estavam cheios e ninguém andava lá a comprar ar. Por isso, adiante.

O que é mais irritante no vídeo da Pepa, não é o vir com o discurso que "o ano de 2012 pode ser de sorte ou de azar” porque isso, é só um comentário infeliz. O que irrita mesmo, é a sua mal pronunciação das palavras, de as comer, por achar que assim é que é “ bem”. Julgar que ser queque ou de" famílias bem" é falar assim, aí é que temos um problema. O seu sotaque não é da linha, mas  de quem quer parecer. Ouvi-la falar é quase  anedótico e mais parece uma sátira do Herman aos Teixeira da Cunha. Ela começa por dizer" mala" mas depois, lembra-se que é mais chique dizer "carteira" e passa a dizer " carteira". Isso é típico de uma “ Wannabe” de beta, de querer parecer algo, que na sua representação social, significa ser " beta".

A Pipoca mais doce disse no seu blogue: “ Acredito que o tom de boas famílias possa chatear quem vê (...) é queque, é blasé, mas é o tom dela”. Não, não é o tom dela. Ninguém tem aquele tom sem ser  "trabalhado”,  numa percepção que falar como uma criança de 4 anos, comer os finais das palavras é “bem”. Acreditar-se que falar arrastado, nasalado, dizer “ tipo” por tudo e por nada, é sinónimo de um estatuto social elevado, isso sim, revela ignorância e que as nossas ideias não estão no sítio. Ter-se a sorte de se nascer numa “boa família” é ter-se também a sorte de ser ter mais acesso à cultura, ler-se mais, viajar mais e por isso, falar melhor.

Mais uma vez, o país enche-se de indignação, pelos motivos errados. Deixem lá a Chanel da Pepa!







Para votar é aqui, obrigadinha:

( a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa está mais ou menos a meio. Podem colocar Ctrl F mariarabodesaia para localizar o blogue facilmente)

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Como se passa de bestial a besta em 2 minutos

.
O objectivo da Samsung era promover a sua marca associando-se a bloggers famosas, mas deu este resultado e este vídeo está a tornar-se viral pelos piores motivos. Não entendo como é que isto foi possível, quem é que teve esta ideia genial...
Conhecia vagamente o blogue desta miúda, mas de passar de muita cool, a parvalhona e mais outras barbaridades que li na internet foi num instantinho.

Uma ajudinha à borla para o FMI

Como escolher os 80%  dos melhores funcionários públicos impostos pelo FMI? A Mariarabodesaia dá uma ajuda:

Cultura Geral blogosférica:


1-      Como se chama o cão da Pipoca mais doce?
2-      Quando se fala em Mamen estamos a falar de quem?
3-      Qual é o nome dos filhos da autora do blogue a Cocó na Fralda?
4-      Quem é o autor do blogue que utiliza a expressão “ snob chic”
5-      O que é ou quem é o PAM?
6-      Como se chama o livro do Ricardo Martins, conhecido por Arrumadinho?
7-      Como se chama a filha da Pólo Norte?
8-      Qual foi o par de sapatos com que a Pipoca mais doce se casou?
9-      O Abrupto é o blogue de quem?
10-    Quem é que se dirige aos seus leitores como " pequenos póneis"?

 
Cultura de funcionário público aplicada:


Situação 1
Falta-lhe um tinteiro, uma resma de papel e o material escolar para o novo ano escolar dos seus filhos. O que faz?
1-      Compra tudo com o cartão continente e poupa uns trocos
2-      Compra onde for mais barato e consoante as necessidades
3-      Traz do trabalho e ainda oferece o que sobra aos sobrinhos

Situação 2
Chegou ás 9 ao trabalho e sai as 5. Quantas pausas faz para tomar café por dia?
1-     0-5
2-     5-10
3-     10-15

Situação 3
Trouxe um  tupperware com sopa de casa. O microondas está avariado. Como aquece a sopa:
1-      Come fria ou não a come
2-      Aquece no aquecedor de pés
3-      Faz um banho maria

Situação 4
Ligou para o 760 uma dúzia de vezes num dia e ganhou uma viagem para duas pessoas à Madeira no prazo de 2 meses e já não tem mais férias. O que faz?
1-      Põe baixa
2-      Pede na agência para trocar a viagem
3-      Dá a viagem aos seus pais que fazem 50 anos de casados

Situação 5:
O seu filho precisa de tirar fotocópias de apontamentos.O que faz?
1-      Sai 20 minutos para ir tirar fotocópias à papelaria da esquina.
2-      Tira no emprego
3-      Manda-o copiar à mão e fazer-se à vida.

Situação 6:
Os informáticos bloquearam o acesso ao messenger e ao facebook por ordem do director, como reagir:
1-      Greve geral já!
2-      Aliciar o informático a dar-lhe acesso e se não conseguir fazer-lhe a vidinha negra
3-      Aproveitar para concentrar no trabalho
 
Cultura geral informática:


Qual a rede social mais famosa?
1-      Facebook
2-      Hi5
3-      Orkut (para a embaixada do Brasil, Orkut também deve ser considerado resposta correcta)
 

Dá para ver televisão on-line?


Qual o atalho no teclado que permite mudar de janelas enquanto o chefe esfrega um olho?
1-     Ctrl + CAPS
2-     Alt + TAB
3-     Shift + Tab

Descreva detalhadamente como se elimina o histórico do computador?





Para votar é aqui, obrigadinha:


( a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa está mais ou menos a meio. Podem colocar Ctrl F mariarabodesaia para localizar o blogue facilmente)

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Querem ver...

Querem ver que a mulher do Messi se inspirou no maravilhoso outfit para o marido no programa do Goucha? Pergunta retórica!





Para votar é aqui, obrigadinha:

( a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa está mais ou menos a meio. Podem colocar Ctrl F mariarabodesaia para localizar o blogue facilmente)

Quando o pecado mora ao lado

A primeira vez que ouvi falar da Nigella Lawson, já estava a viver em Inglaterra. Acostumada a Filipa Vacondeus, chefe Silva e outros cozinheiros homens, totalmente ásperos na forma de falar, de apresentar a sua comida, os meus olhos imediatamente pararam quando, perdida nas minhas ocupações, vejo na televisão uma inglesa com um sotaque irrepreensível, com uma imagem extremamente sofisticada e clássica a falar de comida com prazer e num tom extremamente sensual.

A Nigella tem o seu estilo bem definido, quase sempre de calças pretas e de cardigan de cor forte que lhe acentua a cintura e a suas curvas femininas. O que numa pessoa normal, seria apenas uma gordita, na Nigella este peso extra, equilibra-se e dá-lhe um ar sexy.

A Nigella consegue isso, ter este estilo de cozinhar muito sexy food, em que qualquer pedaço de borrego ou um simples Victoria sponge de repente ganha outra dimensão. Cada ingrediente tem uma história, tem um motivo, remete-nos para as histórias da sua família, para os tachos da sua avó e isso torna-a completamente irresistível. A comida que faz é imprópria para dietas e ela própria assume isso. A manteiga e as natas são o seu ponto fraco e são poucas as receitas que não têm pelo menos um desses ingredientes mágicos. Mas também que gracinha tinha andar a cozinhar grelhados e a preparar saladinhas de rúcula? Para a Nigella, a cozinha é um prazer e as suas refeições são sempre um festim, um motivo de celebração, em que a comida tem um ponto central.

Aqui em Inglaterra não só é estranho uma pessoa como ela tão calorosa que nos prende ao ecrã, com uma imagem diferente do louro e de beleza creme Nívea, como também é estranho esta afectividade à comida. Sabe-se que aqui, as refeições são quase sempre secundárias e um almoço de sandes não só é aceitável como é prática comum. As refeições de faca e garfo são guardados para a noite, ao jantar e para os Sunday Roast . Pelo menos aos Domingos, numa casa de família, o forno é ligado ao invés do microondas.

No meu portuguese style ainda não perdido, comidinha é coimidinha e não há volta a dar! A cozinha e os ingredientes e a paixão pela comida contagiam-me e por isso, adoro a Nigella e comprei o seu livro “ Recipes from the heart of the home”. Quando o prazer gula  falar mais alto na minha casa, foi certamente do livro desta senhora que saiu a receita. O pecado mora mesmo aqui ao lado.




Para votar é aqui, obrigadinha:
( a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa está mais ou menos a meio)

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Vamos lá ganhar isto!


O blogue MariaRabodesaia está nomeado para o melhor blogue estrangeiro de língua portuguesa  no concurso Aventar e por isso, venho aqui pedir-vos, com toda a lata do mundo, para votarem em mim. Eu tenho sido boa pessoa, respondo a inquéritos para estudos de amigos e de desconhecidos, compro rifas, pirilampos, bolinhos aos escuteiros, calendários com cães, por isso vamos lá retribuir, sim?
Vamos votar no mariarabodesaia.blogspot.com como o Melhor blogue estrangeiro de língua Portuguesa, pode ser?



Demora 2 segundo e é só encontrar a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa ( que está mais ou menos a meio ) e votar:

( a categoria blogue estrangeiro de língua portuguesa está mais ou menos a meio)

Really, Messi?

Lionel Messi

Anda este tipo a esfarelar-se no campo, marca golos de outro mundo, ganha quatro vezes a bola de ouro e mete mais um vez, um sorriso amarelo ao nosso Cristianino. Depois, vai assim vestido como um bimbo para a cerimónia. Really?!!! Quer me parecer que vai ser mais comentado o outfit do menino do que o prémio em si. O Cristiano já vai dormir menos triste hoje.