segunda-feira, 29 de setembro de 2008

O cabeleireiro Africano




Ao pé de minha casa há um cabeleireiro Africano.Nunca tinha lá ido até este fim de semana que me apetecia lavar e secar o cabelo e não ter que andar mais do que 5 minutos… e já agora não ter que desembolsar mais de 12 euros e lá fui eu, ao cabeleireiro Fátima.

Normalmente num cabeleireiro de shopping paga-se 11 a 13 euros… e eu convencidíssima que ali seria muito mais barato aventurei-me a entrar num cabeleireiro africano…

E sim… é uma aventura porque de repente era a única branca e loura no salão… depois todas elas olhavam para mim com ar de “ valha-me Deus o que está esta branquela aqui a fazer? ”… por fim depois de alguns segundos para alguém me perguntar o que queria, de me terem tirado as medidas com o olhar de cima a baixo… e de ar de desprezo autêntico alguém, vá lá… me dá uns segundos de atenção e lá perguntei: “boa tarde! Queria lavar e secar o cabelo, qual é o preço?”

- A preta fita-me nos olhos e diz: “pará ti são vinte euros!”
E é sempre bom…quando se olha para o preçário mesmo à mesma frente e se vê que estão a cobrar o dobro do que está afixado…

Claro que fiz a minha interpretação da frase:

Opção A… para mim são 20 euros porque a senhora está a construir um lar para os pobresinhos e metade da receita vai para o tijolos e cimento.
Opção B… para mim são 20 euros porque sou branca.... e estava ali tipo intrusa!

Fiquei na dúvida nestas duas opções, se bem que estou mais inclinada para a primeira…Mas pronto… ainda pensei em refilar e dizer… “mas o preço está ali… eu vou pagar isso e vou-me sentar naquela cadeira para lavar o cabelo”….mas depois de uma reflexão pensei… se o que queria mesmo era escovadelas à bruta até me arrancarem o cabelo à conta da minha audácia… ou umas queimadelas capilares com o secador…

Como com cabeleireireira em fúria não se brinca…sorri de sonsa e fui-me embora…coragem é coisa que não abunda!

10 comentários:

KITTY disse...

Ah pois! E depois dizem que nós (brancos) somos racistas.. Tem piada!

*BJS*

João J. disse...

hehehehehehehe
Aventuravaste a sair de lá com o cabelo... à africano...
Estou a ver algum dia a entrar no trabalho... e dizes-me "olá branco.. táz bom pá!!"
Só tu...

Anónimo disse...

lool mas onde raio é que moras para teres ido parar a um cabeleireiro desses? se de cd vez que vou a um cabeleireiro africano me deparasse com isso...pelo amor de Deus é como tudo na vida, há pessoas assim e há pessoas diferentes. Mas o k ri à conta disto. O que será que sucederia se fosse o inverso? enfim o k é certo é que costumo ir a um cabeleireiro que por acaso é africano mas tem lá pessoas de todos os tipos(exceto ciganos porque por alguma razão não gostam muito de aparecer por outras zonas do concelho que não as de habitação e trabalho) e cobram-te 10 euros por lavar/secar se tiveres o cabelo comprido. mais curto é mais barato
este blog é o máximo
cris

Anónimo disse...

Mas isso nao acontece só nos cabeleireiros africanos, mas num "branco" tambem.............. E a senhora nao é "preta" mas sim negra, a palavra que usou demonstra que voçe é tanto racista quanto ela foi para consigo...... O racismo nunca há de acabar por causa dessas minimas coisas..........

Rabodesaia disse...

A minha turma da universiadade tinha um monte de alunos vindos de Angola, São tomé.... e vai lá p+erguntar-lhes se eles queriam que se dissesse " negros"! Não era pretos! O maior tipico de racismo é o medo das palavras, o medo de estar a ser indelicada. Não há maior tipo de racismo do que esse.

Anónimo disse...

ola cris,eu sou de raça negra e digo-te uma coisa já me aconteceu o mesmo num cabeleireiro europeu, eu queria experimentar algo de novo e lá fui ao cabeleireiro europeu só digo-te uma coisa nunca fui tão humilhada,e SABES O QUE A MULHER DISSE? QUE NUNCA FEZ LAVAGEM E ESTICOU O CABELO DE NENHUMA PRETA E QUE VAI VER O QUE CONSEGUIA FAZER NO MEU ....
bem caiu-me tão mal ... mas prontos as vx temos que engolir sapos e paguei a dobrar para alem do meu cabelo ser curto só para tu veres que tanto os brancos como os negros são iguais, há pessoas boas como más, não PODES PENSAR QUE TODOS OS CABELEIREIROS AFRICANOS SÃO IGUAIS PK ASSIM ESTAS A SER IGNORANTE.

Evelyn disse...

Ola moro perto de porto em santa maria da feira, alguem pode-me dizer onde posso encontrar um cabelereiro africano, por esta zona, obrigadinha

Bombom disse...

Acho que por aquilo que passaste passa muito com muitos brancos. Mas entende, digo isto por ser mulata e ter nascido cá em portugal e falar português melhor do que vocês e não saber falar muito bem crioulo, os brancos quando vão para la é para tranças ou algo mais. mas não é motivo para elas te tratarem dessa maneira. Eu vou ao cabeleireiro de "tugas" elas me dizem logo que não sabem tratar do nosso cabelo ou então exageram no preço. Mas sei de varias advogadas e medicas que são africanas vão la e elas até fazem desconto. mas nós quando vamos a um cabeleiro não importa quem somos mas sim por quem é frequentado. elas não podem ter visto muitas loiras brancas a irem la, e quando vem pensam que vão la só para criticar. e isso acontece. mas a pessoa que te disse isso não foi mais do que ti mas sim talvez inferior de pensamento. mas tu logo colocaste o rotulo que la seria mais barato, porque? por serem africanos ou por pensares que não é necessário ter mestria para tratar do cabelo? elas são tão boas e sociais como qualquer pessoa.

PerolaNegra disse...

lolol essa historia faz-me rir. so posso dizer que ha racismo em todas as raças mas o que acho é que o racismo da parte dos brancos é pelo "ataque" e da parte dos negros é pela "defesa" se é que me intendem. Desde os tempos antigos que eramos mais maltratados pela raça branca que aprendemos a nos defender. e muitas vezes as pessoas defende-se atacando. E outra, essa historia de estudar com colegas africanos e chama-los de pretos, tax muito enganad. Nenhum africano gosta disso, eu ja estive numa turma em que era a unica negra e tinha colegas que me chamavam de preta, eu nao dizia nada apenas porque acho isso uma ignoranncia da parte da pessoa que o faz, porque as pessoas têm nomes e devem ser chamadas pelos nomes. Eu nao andava a chama-los " ei branco anda ca, ei branca vamos fazer" porque que têm que me chamar de " preta"?! acho que isso é uma questao de educação, coisa que nem todos têm. Eu sou negra tenho cabelo de negra cacheado e crespo adoro o meu cabelo porque da pa fazer tudoooo, deixar solto, prender fazer mil e uma tranxaa, ou seja tudo, passo o ano inteiro bronzeada, tenho ritmo e sangue africano, espirito alegre e festivo de africano...o que posso querer mais?! ahm quero sim, quero que na proxima vida Deus me mande africana e mais africana ainda do que ja sou. E nao digo isso porque nao gosto de brancos, pelo contrario tenho amigos "brancos" que amo como se fossem irmao respeito-os e trato-os pelos nomes, mas é k eu sou fã da minha cor e se pudesse escolher teria escolhido o que sou. PAZ ENTRE OS HOMENS

Anónimo disse...

LOOOOOOL! Sou branca e uma coisa nao tem nada haver com a outra. Por isso MENOS!!! -.-