sexta-feira, 15 de junho de 2007

Cheira bem, cheira a Lisboa



Depois do rescaldo dos santos, das marchas terem passado, do cheiro a sardinha a assada ter-se dissipado do ar, das noivas de Santo António terem jurado os laços de amor eterno..... e pousado feitas “ suspiro “ para a revista Maria e blá blá blá... já estou em condições para escrever um post sobre a noite de Santo António!

O que leva as pessoas a sairem em força nessa noite? Será que no fundo todos temos uma veia bimba e aproveitamos esta mítica noite para soltar a bimbice que há em todos nós? ( mudastiiii mesmo?)
Será que há algum efeito nessa noite em que nos faz saber a letras do Quim Barreiros de cor e salteado, Ruth Marlene e Micaela? Será por isso que se traulateia mais facilmente uma música popularuxa ou pimba do início ao fim, do que o nosso próprio Hino... em que verdade seja dita, ao longe e ao perto, só se ouve aquela parte “ ás armas!!!!??” Reminiscências, pensei eu... antes de sermos portugueses, muito antes, nascemos bimbos, e só depois é que somos polidos! Será isso?

Onde quer que se vá começa ser costume ouvir-se “ O SLB...slb... slb” e também o
“Portugal olé, allez” (ou derivados) por toda a parte... na noite dos santos não foi excepção! Todos parecem estar particularmente felizes, tudo a cantar, esquecendo-se que tiveram que estacionar o carro a cascos de rolha, e que tem provavelmente uma hora de caminho a pé assim que a noite terminar! Que está tudo caríssimo, que o mês ainda vai a meio!O que interessa?

A propósito de um post que escrevi há uns tempos sobre a felicidade, percebi nessa noite que a felicidade se calhar tem um preço... 1 Euro/ 1 euro e meio! ( o preço da jola) e percebi isso facilmente ao olhar à minha volta e ver rostos bestialmente felizes e rosadinhos de felicidade estampada na cara! Ou seja... a felicidade tem um preço ( o preço da jola) e uma cor: o “ rosado”

A sardinha, a febra e a entremeada... a ginginha, a jola e a sangria.... abunda na noite de Santo António, será coincidência, ou está aqui o “feminino” em peso? Reparem... “a” artigo femininino do singular a reinar na noite! Fiquei feliz com a minha descoberta! O mangerico é excepção....( e por falar em mangerico... só por curiosidade... procurem no google “ manjerico” por imagens...e terão uma surpresa!)

Talvez a noite de Santo António seja isso mesmo...Tal como no Carnaval de Torres Vedras... há talentos inatos que vêm ao de cima!( Tanto macho mascarado de “gaja” dá para estranhar, ou será que não? ) Esta é a noite dos cantores, dos engraçados, dos AA( Alcoólicos Assumidos), dos poetas de andaimes e da bimbice que há em todos nós!

Mistura-se tudo por entre vielas dos bairros típicos de Lisboa, a música sobe de tom, e os fogareiros e os tascos em cada esquina completam a moldura da festa.Na noite dos santos, e por um dia Lisboa recupera o misticismo e o gosto popular. Os lisboetas e os “ adoptados” tornam-se mais “alfacinhas” adeptos do bairrismo típico e menos suburbanos. Talvez uma das noites mais democraticas do ano, a festa faz-se na rua e sim, cheira bem, cheira a Lisboa!

6 comentários:

Ze_Porvinho disse...

Cara Engenheira e vizinha,

Muitíssimo bem descrito, sim senhora, que quase senti o cheiro a sardinha assada enquanto lia o post... ups, tenho a janela aberta e o prato do dia no restaurante lá em baixo é... sardinha assada!

Ainda assim, este País e este Povo mereciam noites destas sem fim! Sejamos bimbos ou não (como diria a outra, isso agora não interessa nada), a felicidade não tem preço e o que de melhor poderá existir senão felicidade colectiva?

Se esse é o preço a pagar pela comemoração dos Santos Populares, aqui ou em qualquer outro local, estou já a abrir os cordões à bolsa (e logo eu, que sou quase tão forreta como o Chefe lá da aldeia)!

Cumprimentos vínicos (falou das jolas e da sangria, mas não se esqueça do vinho, que também anda de boca em boca nestas noites).

Hic Hic Hurra

:) disse...

E viva a tal especie de entremeada :P

Rabodesaia disse...

Tem toda a razão engenheiro zé!

Faltou-me o vinho no post! Que venha o são joão já de seguida!!o que é importante é comemorar! porque sim... e porque não.... por duas razões: por tudo e por nada!

Amiga,

Entremeada... infelizmente abundava mais do que a febra! Uma tristeza! Até vi uma entremeada andante! Se não tivesses visto também, achava que estava a alucinar!

:) disse...

google-->imagens---> nem vos digo o que aparece!
Será um manjerico?? Um Avião??? NAO!!! é um "objecto" de caracter fálico não voador identificadissimo!!!!

João J. disse...

Houve uma altura da noite que nem entremeada nem sardinha.. já só couratos... e pelo preço a que estavam, preferi passar fome e contentar-me com o cheiro.

E vivam os bimbos (frescos e fofos)

Seguidamente eu vou ser o santo padroeiro!!! Estão desde já convidados a uma visita ao deserto, para uma couratada!!!

2007 o ano que promete! disse...

iéiéiéié! ALFAMA É QUE É!